Seguidores

segunda-feira, 4 de junho de 2012

0

RETIRADAS DO BLOG CANTINHO DO SABER (TIA ANDREA)


s Letras Das Cantigas de Roda  


 Marcha Soldado            
Marcha Soldado
Cabeça de Papel
Se não marchar direito
Vai preso pro quartel
                                               
O quartel pegou fogo
A polícia deu sinal
Acorda acorda acorda
A bandeira nacional
Pirulito Que Bate Bate 
Pirulito que bate bate
Pirulito que já bateu
Quem gosta de mim é ela
Quem gosta dela sou eu

Pirulito que bate bate
Pirulito que já bateu
A menina que eu gostava
Não gostava como eu
 Samba Lelê 
Samba Lelê está doente
Está com a cabeça quebrada
Samba Lelê precisava
De umas dezoito lambadas

Samba , samba, Samba ô Lelê
Pisa na barra da saia ô Lalá  (BIS)

Ó Morena bonita,
Como é que se namora ?
Põe o lencinho no bolso
Deixa a pontinha de fora

Ó Morena bonita
Como é que se casa
Põe o véu na cabeça
Depois dá o fora de casa

Ó Morena bonita
Como é que cozinha
Bota a panela no fogo
Vai conversar com a vizinha

Ó Morena bonita
Onde é que você mora
Moro na Praia Formosa
Digo adeus e vou embora
 O Cravo e a Rosa 
O Cravo brigou com a rosa
Debaixo de uma sacada
O Cravo ficou ferido
E a Rosa despedaçada

O Cravo ficou doente
A Rosa foi visitar
O Cravo teve um desmaio
A Rosa pos-se a chorar
Capelinha de Melão 
Capelinha de Melão é de São João
É de Cravo é de Rosa é de Manjericão
São João está dormindo
Não acorda não !
Acordai, acordai, acordai, João !
Ciranda Cirandinha
Ciranda Cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar

O Anel que tu me destes
Era vidro e  se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou

Por isso dona Rosa
Entre dentro desta roda
Diga um verso bem bonito
Diga adeus e vá se embora
Nesta Rua 
Nesta rua, nesta rua, tem um bosque
Que se chama, que se chama, Solidão
Dentro dele, dentro dele mora um anjo
Que roubou, que roubou meu coração

Se eu roubei, se eu roubei seu coração
É porque tu roubastes o meu também
Se eu roubei, se eu roubei teu coração
É porque eu te quero tanto bem

Se esta rua se esta rua fosse minha
Eu mandava, eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas, com pedrinhas de brilhante
Para o meu, para o meu amor passar
Atirei o Páu no Gato
Atirei o páu no gato tô tô
Mas o gato tô tô
Não morreu reu reu
Dona Chica cá
Admirou-se se
Do berro, do berro que o gato deu
Miau !!!!!!
Recomende o nosso Site !


Escrito por TIA ANDRÉA às 20h05
[] []



TRAVA - LÍNGUAS
Paralendas e Lengalengas
Maria-Mole é molenga, se não é molenga,
Não é Maria-Mole. É coisa malemolente,
Nem mala, nem mola, nem Maria, nem mole.
Conseguiu?
Tinha tanta tia tantã.
Tinha tanta anta antiga.
Tinha tanta anta que era tia.
Tinha tanta tia que era anta.
Conseguiu?
O sabiá não sabia.
Que o sábio sabia.
Que o sabiá não sabia assobiar.
Conseguiu?
O doce perguntou pro doce
Qual é o doce mais doce
Que o doce de batata-doce.
O doce respondeu pro doce
Que o doce mais doce que
O doce de batata-doce
É o doce de doce de batata-doce.
Conseguiu?
Olha o sapo dentro do saco
O saco com o sapo dentro,
O sapo batendo papo
E o papo soltando o vento.
Conseguiu?
A lontra prendeu a
Tromba do monstro de pedra
E a prenda de prata
De Pedro, o pedreiro.
Conseguiu?
Disseram que na minha rua
Tem paralelepípedo feito
De paralelogramos.
Seis paralelogramos
Tem um paralelepípedo.
Mil paralelepípedos
Tem uma paralelepípedovia.
Uma paralelepípedovia
Tem mil paralelogramos.
Então uma paralelepípedovia
É uma paralelogramolândia?
Conseguiu?
Lalá, Lelé e Lili
E suas filhas,
Lalalá, Lelelé e Lilili
E suas netas
Lalelá, Lelalé e LeLali
E suas bisnetas
Lilelá, Lalilé e Lelali
E suas tataranetas
Laleli, Lilalé e Lelilá
cantavam em coro
LALALALALALALALÁ.
Conseguiu?
A aranha arranha a rã.
A rã arranha a aranha.
Nem a aranha arranha a rã.
Nem a rã arranha a aranha.
Conseguiu?
Não confunda
Ornitorrinco com
Otorrinolaringologista,
Ornitorrinco com ornitologista,
Ornitologista com
Otorrinolaringologista,
Porque ornitorrinco
É ornitorrinco,
Ornitologista é ornitologista
E otorrinolaringologista é
Otorrinolaringologista.
Conseguiu?
Larga a tia, largatixa!
Lagartixa, larga a tia!
Só no dia que sua tia
Chamar largatixa
de lagartinha!
Conseguiu?
Cinco bicas, cinco pipas, cinco bombas.
Tira da boca da bica, bota na boca da bomba.
Conseguiu?
Bote a bota no bote e tire o pote do bote.
Conseguiu?
Quem a paca cara compra, paca cara pagará.
 
Conseguiu?
O peito do pé de Pedro é preto.
Quem disser que o peito do pé de Pedro é preto,
tem o peito do pé mais preto do que o peito do pé de Pedro.

Conseguiu?
O rato roeu a roupa do rei do Roma.
Rainha raivosa rasgou o resto.
Conseguiu?
Se cada um vai a casa de cada um
é porque cada um quer que cada um lá vá.
Porque se cada um não fosse a casa de cada um
é porque cada um não queria que cada um fôsse lá.

 


Escrito por TIA ANDRÉA às 20h02
[] []



Paralendas e Lengalengas  
Trava Linguas
Epa, esta palavra até parece um trava língua! A Alzira do site "Alzira Zulmira" aprendeu uma porção de paralendas com a Kiki. (Em Porugal elas são chamadas de lengalengas!). As paralendas são versos que muitas vezes não fazem sentindo. Outras vezes contam pequenas historinhas, outras vezes são totalmente malucos!  Coisa de gente lelé da cuca!
Vejam! Jogos para você!  Venha brincar com a Alzira!
Um dois, feijão com arroz.
Três, quatro, feijão no prato.
Cinco, seis, feijão em inglês.
Sete, oito, feijão com biscoito.
Nove, dez, feijão com pasteis!
Conseguiu?
Cadê o toucinho que estava aqui?
O rato comeu.
Cadê o rato?
O gato comeu.
Cadê o gato?
Foi para o mato!
Cadê o mato?
O fogo apagou.
Cadê o fogo?
A água secou.
Cadê a água?
O boi bebeu!
Cadê o boi?
Esta moendo o trigo.
Cadê o trigo?
O padre comeu.
Cadê o padre?
Esta rezando a missa.
Cadê a missa?
A missa acabou!
Conseguiu?
Uni, duni, tê
Salamê minguê
O sorvete é colorê
O escolhido foi você!
Conseguiu?
Senhora senhorita entre!
Senhora senhorita põe a mão no chão.
Senhora senhorita pule macarrão!
Conseguiu?
Olha o sapo dentro do saco
O saco com o sapo dentro,
O sapo batendo papo
E o papo soltando o vento.
Conseguiu?
Dedo mindinho, Seu Vizinho, Maior de Todos, Fura Bolo e Cata piolhos!
Conseguiu?
Bão balalão senhor capitão. Espada na cinta e dinheiro no mão!
Conseguiu?
Hoje é domingo. Pede cachimbo. O cachimbo é de ouro. bate no touro.
O touro é valente. Bate na gente.
A gente é fraco. Cai no buraco.
O buraco é fundo. Acabou-se o mundo!
Conseguiu?
Janelinha, janelinha, porta campainha!
Conseguiu?
Bichinho gato
que comeste tu?
sopinhas de leite
Guardaste-me delas?
Guardei, guardei
Onde as puseste?
Atrás da arca
Com que as tapaste?
Com o rabo da gata
Sape, sape, sape gato
sape, sape, sape gato.
Conseguiu?
O que está na varanda?
Uma fita de ganga
O que está na panela?
Uma fita amarela
O que está no poço?
Uma casca de tremoço
O que está no telhado?
Um gato malhado
O que está na chaminé?
Uma caixa de rapé
O que está na rua?
Uma espada nua
O que está atrás da porta
Uma vara torta
O que está no ninho?
Um passarinho
Deixa-o no morno
Dá-lhe pãozinho
Conseguiu?
Rei, capitão
soldado, ladrão.
Menina bonita
de bom coração.
Tão, baladão,
cabeça de cão.
Orelha de burro,
sabe a leitão.
Conseguiu?
Tenho um macaco
Dentro dum saco
Não sei que lhe faça
Não sei que lhe diga
Dou-lhe um pau
Diz que é mau
Dou-lhe um osso
Diz que é grosso
Dou-lhe um chouriço
isso, isso
.
Conseguiu?
Tão-balalão
Soldado ladrão,
Menina bonita
Não tem coração.
Tão-balalão
Senhor capitão,
Espada na cinta
Sineta na mão.
Tão-balalão,
Cabeça de cão,
Orelhas de gato,
Não tem coração,
Tão-balalão,
Cabeça de cão,
Cozida e assada
no meu caldeirão,
Tão-balalão,
Senhor capitão
Orelha de porco
P'ra comer com feijão
Conseguiu?
Este diz: quero pão
este diz: que não há
este diz: que Deus dará
este diz: que furtará
este diz: alto lá
Conseguiu?
Da laranja quero um gomo,  do limão um  pedaço da menina que eu gostar quero um beijo e abraço !
Conseguiu?
Batatinha quando nasce espalha a rama  pelo chão, nenenzinho quando  nasce põe a mão no coração!
Conseguiu?
Se eu soubesse escrever na água
como sei escrever na areia
escreveira o seu nome
no sangue da minha veia!


Escrito por TIA ANDRÉA às 19h59
[] []

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A Pedra"

A Pedra

O Distraído nela tropeçou...

O bruto a usou como projetíl.

O empreendedor, usando-a, construiu.

O camponês, cansado da lida, dela fez assento.

Para meninos, foi brinquedo.

Drummond a poetizou.

Já, Davi, matou Golias, e Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura...
E em todos esses casos, a diferença não esteve na pedra, mas no homem!

Não existe "pedra" no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu próprio crescimento.


Criado no siteVocê na capa de NOVA ESCOLA.

Apresentação

Olá amigos, vocês devem ter notado que meu blog está em fase de arrumação. mas em breve vocês terão muitas novidades. Agradeço sempre as dicas e tutoriais de outros blogs e sites "parceirões" que eu sigo e adoro, pois é com eles que eu sempre aprendo muito. Não poderia deixar de citá-los: coisinhasdenikita, tonygifsjavas, FlachVortex.com e Blogueiras Unidas, e dicasparablogs. bjs á todos e fiquem com Deus.
Com Carinho, Dihéne