Seguidores

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

0

Linda história para trabalhar valores com as crianças


Linda história para trabalhar valores com as crianças

Sugestão literária

Com esta história o professor poderá montar uma proposta para trabalhar valores. No site: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=9515 tem sugestão de aula. Neste blog você também encontra muitas outras sugestões para trabalhar valores com a turma.

COMO NASCEU A ALEGRIA 

(Rubem Alves)

Você pode não acreditar, mas é verdade: muitos anos atrás a terra era um jardim maravilhoso. É que os anjos, ajudados pelos elefantes, regavam tudo, com regadores cheios de água que eles tiravam das nuvens. Esta era a sua primeira tarefa, todo dia. Se esquecessem, todas as plantas morreriam, secas, estorricadas... Para que isso não acontecesse, Deus chamou o galo e lhe disse: - Galo, logo que o sol aparecer, bem cedinho, trate de cantar bem alto para que os anjos e os elefantes acordem... E é por isto que, ainda hoje, os galos cantam de manhã... Flores havia aos milhares. Todas eram lindas. Mas, infelizmente, todas elas eram igualmente vaidosas e cada uma pensava ser a mais bela. E, exibindo as suas pétalas, umas para as outras, elas se perguntavam, sem parar: - Não sou a mais linda de todas? Até pareciam a madrasta da Branca de Neve. Por causa da vaidade, nenhuma delas ouvia o que as outras diziam e nem percebiam que todas eram igualmente belas. Por isso, todas ficavam sem resposta. E eram, assim, belas e infelizes. No meio de tanta beleza infeliz, entretanto, certo dia uma coisa inesperada aconteceu. Uma florinha, que estava crescendo dentro de um botão, e que deveria ser igualmente bela e infeliz, cortou uma de suas pétalas num espinho, ao nascer. A florinha nem ligou e vivia muito feliz com sua pétala partida. Ela não doía. Era uma pétala macia. Era amiga. Até que ela começou a notar que as outras flores a olhavam com olhos espantados. E percebeu, então, que era diferente. - Por que é que as outras flores me olham assim, papai, com tanto espanto, olhos tão fixos na minha pétala...? - Por que será? Que é que você acha?, perguntou o pai. Na verdade, ele bem sabia de tudo. Mas ele não queria dizer. Queria que a florinha tivesse coragem para olhar para as vaidosas e amar a sua pétala. - Acho que é porque eu sou meio esquisita..., a florinha respondeu. E ela foi ficando triste, triste... Não por causa da sua pétala rachada, mas por causa dos olhos das outras flores. - Já estou cansada de explicar. Eu nasci assim... Mas elas perguntam, perguntam, perguntam... Até que ela chorou. Coisa que nunca tinha acontecido com as flores belas e infelizes. A terra levou um susto quando sentiu o pingo de uma lágrima quente, porque as outras flores não choravam. E ela chamou a árvore e lhe contou baixinho: - A florinha está chorando. E a terra chorou também. A árvore chamou os pássaros e lhes contou o que estava acontecendo. E, enquanto falava, foi murchando, esticando seus galhos num longo lamento, e continua a chorar até hoje, à beira dos rios e dos lagos, aquela árvore triste que tem o nome de chorão. E das pontas dos seus galhos correram as lágrimas que se transformaram num fiozinho de água... Os pássaros voaram até as nuvens. - Nuvens, a florinha está chorando. E choraram lágrimas que se transformaram em pingos de chuva...As nuvens choraram também, juntando-se aos pássaros numa chuva enorme, choro do céu. As lágrimas das nuvens molharam as camisolas dos anjinhos que brincavam no céu macio. E quiseram saber o que estava acontecendo. E quando souberam que a florinha estava chorando, choraram também... E Deus, que era uma flor, começou a chorar também. E a sua dor foi tão grande que, devagarinho, como se fosse espinho, ela foi cortando uma de suas pétalas. E Deus ficou tal e qual a florinha. E aquele choro todo, da terra, das árvores, dos pássaros, dos anjos, de Deus, virou chuva, como nunca havia caído. O sol, sempre amigo e brincalhão, não agüentou ver tanta tristeza. Chorou também. E a sua boca triste virou o arco-íris... E as chuvas viraram rios e os rios viraram mares. Nos rios nasceram peixes pequenos. Nos mares apareceram os peixes grandes. A florinha abriu os olhos e se espantou com todo aquele reboliço. Nunca pensou que fosse tão querida. E a sua tristeza foi virando, lá dentro, uma espécie de cócega no coração, e sua boca se entortou para cima, num riso gostoso... E foi então que aconteceu o milagre. As flores belas e infelizes não tinham perfume, porque nunca riam. Quando a florinha sorriu, pela primeira vez, o perfume bom da flor apareceu. O perfume é o sorriso da flor. E o perfume foi chamando bichos e mais bichos... Vieram as abelhas... Vieram os beija-flores... Vieram as borboletas... Vieram as crianças. Um a um, beijaram a única flor perfumada, a flor que sabia sorrir. E sentiram, pela primeira vez, que a florinha, lá dentro do seu sorriso, era doce, virava mel... Esta é a estória do nascimento da alegria. De como a tristeza saiu do choro, do choro surgiu o riso e o riso virou perfume. A florinha não se esqueceu de sua pétala partida. Só que, deste dia em diante, ela não mais sofria ao olhar para ela, mas a agradava, como boa amiga. Quanto aos regadores dos anjos, nunca mais foram usados. De vez em quando, olhando para as nuvens, a gente vê um deles, guardado lá dentro, já velho e coberto de teias de aranha... Enquanto a florinha de pétala partida estiver neste mundo, a chuva continuará a cair e o brinquedo de roda em volta do seu sorriso e do seu perfume não terá fim...

Fonte: http://www.maricell.com.br/poemas4/comonasceuaalegria.htm
0

Sugestão para reunião de pais


Sugestão para reunião de pais

Imagem encontrada na internet 
Vejam o que eu encontrei no blog: "Educação em destaque" Reunião de pais - Início de ano/Parte 2



1- Dinâmica Material necessário: balas com embalagens que abram dos dois lados


Procedimento: Entregue uma bala para cada mãe ou responsável e peça para que abram apenas com uma mão.

(Você perceberá que elas irão conseguir, mas só depois de um bom tempo e esforço.)


Faça o comparativo da dinâmica com a vida escolar: A bala é a criança, a mão que elas usaram para abrir é a professora, e a outra, a família. Se a professora fizer o trabalho todo sozinha, irá conseguir, mas demorará mais e será muito mais difícil, mas, se tiver “a outra mão” (a família), ficará mais fácil e eficiente. Você pode substituir a bala por um pedaço de barbante. Peça para que os pais dêem um nó apenas com uma mão no barbante e faça a reflexão parecida com a da bala.

2-Cartões:Nas costas do cartão pode colocar um saquinho com sementes de girassol, para serem plantadas pela família.


0

reunião de pais Sugestão


Sugestão para reunião de pais

Imagem encontrada na internet 
Vejam o que eu encontrei no blog: "Educação em destaque" Reunião de pais - Início de ano/Parte 2



1- Dinâmica Material necessário: balas com embalagens que abram dos dois lados


Procedimento: Entregue uma bala para cada mãe ou responsável e peça para que abram apenas com uma mão.

(Você perceberá que elas irão conseguir, mas só depois de um bom tempo e esforço.)


Faça o comparativo da dinâmica com a vida escolar: A bala é a criança, a mão que elas usaram para abrir é a professora, e a outra, a família. Se a professora fizer o trabalho todo sozinha, irá conseguir, mas demorará mais e será muito mais difícil, mas, se tiver “a outra mão” (a família), ficará mais fácil e eficiente. Você pode substituir a bala por um pedaço de barbante. Peça para que os pais dêem um nó apenas com uma mão no barbante e faça a reflexão parecida com a da bala.

2-Cartões:Nas costas do cartão pode colocar um saquinho com sementes de girassol, para serem plantadas pela família.


0

reunião de pais Sugestão


Sugestão para reunião de pais

Imagem encontrada na internet 
Vejam o que eu encontrei no blog: "Educação em destaque" Reunião de pais - Início de ano/Parte 2



1- Dinâmica Material necessário: balas com embalagens que abram dos dois lados


Procedimento: Entregue uma bala para cada mãe ou responsável e peça para que abram apenas com uma mão.

(Você perceberá que elas irão conseguir, mas só depois de um bom tempo e esforço.)


Faça o comparativo da dinâmica com a vida escolar: A bala é a criança, a mão que elas usaram para abrir é a professora, e a outra, a família. Se a professora fizer o trabalho todo sozinha, irá conseguir, mas demorará mais e será muito mais difícil, mas, se tiver “a outra mão” (a família), ficará mais fácil e eficiente. Você pode substituir a bala por um pedaço de barbante. Peça para que os pais dêem um nó apenas com uma mão no barbante e faça a reflexão parecida com a da bala.

2-Cartões:Nas costas do cartão pode colocar um saquinho com sementes de girassol, para serem plantadas pela família.


0

projeto valores sugestões

Linda história para trabalhar valores. É possível trabalhar com projetor de slides, além de outros recursos.













0

Projeto Valores


Projeto Valores


Outras sugestões para trabalhar o "projeto valores"

Imagens da história de "Zé Coração"



























































Uma linda história para contar às crianças, com pequenos agradinhos dados ao final da aula que reforçarão a lição na mente das crianças de um jeito muito gostoso!

Música: No Meu Coração
Versículo: Aqui.

OBS: Para baixar ambos é só acessar o blog : http://www.trabalhinhos.blogspot.com/

Este versículo abre e fecha, como uma portinha. Os moldes estão disponíveis, é só baixar. Basta recortar as portas e passar fita adesiva na parte de trás, colando-as em cada lado. O acabamento se faz na porta, onde cola-se papel vermelho e desenha-se uma fechadura com canetinha preta.
OrientaçõesRecorte os desenhos coloridos e coloque um palitinho de churrasco atrás de cada um deles. Para ficarem mais fixos, cole os desenhos em uma cartolina. Passe fita adesiva para segurar o palito atrás do desenho, fazendo parecer com uma placa.

Os desenhos tristes e bravos são do menino que não tinha Jesus no coração. Os alegres são do garoto que já o havia aceitado.

TODAS AS FIGURAS COLORIDAS E PRONTAS PARA USO ESTÃO AQUI (
ver blog citado anteriormente).
HistóriaEste é o Zé Coração.Vocês sabem por que ele tem esse nome?
É porque o seu rosto tem o formato de coração. Ele é um menino mal humorado, por isso, não tem amigos. (mostrar)

Ele tem olhos tristes (mostrar).

Seus olhos só vêem o defeito dos seus colegas. Ele não acha nada bonito.
Para ele, o mundo e a vida são horríveis. Ele não se alegra com nada. Qualquer coisa é motivo de choro.

Seus ouvidos são tristes (mostrar).

Ele só gosta de ouvir piadas picantes, indecentes, zombarias e palavrões.

Da sua boca, só saem palavrões, mentiras... (mostrar).Ele fala mal de todos, põe defeito nos colegas... ele é malcriado, responde com desrespeito aos professores, às autoridades. Ele não respeita ninguém.

Tic-tac, tic-tac! (mostrar).

Ele não tem tempo para ajudar aos outros. Além disso, ele também só chega atrasado nas aulas.

Seus pés, como todo o seu corpo, também é triste (mostrar).

Eles vão a lugares que não agradam a Deus. Eles costumam ser usados para fazer os colegas tropeçarem e para praticarem coisas más.

E suas mãos? Delas também só sai tristeza. Zé as usa para roubar coisas de seus colegas, como lápis, dinheiro, caneta e borracha. Os professores já não sabem o que fazer com ele.

Embora já tenha sido expulso de várias aulas e já tenha freqüentado muitas escolas, Zé Coração não se corrigiu.

Um dia, apareceu em sua escola, um menino chamado Beto.
Beto era um menino feliz e ao contrário de Zé Coração, gostava de fazer amizades.
Por ser muito simpático, Beto logo conquistou a amizade de Zé. E, num instante, Beto já estava falando de Jesus e do amor de Deus para o Zé. Ele até mostrou um versículo na Bíblia, que dizia:
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que n’Ele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Beto mostrou a Zé Coração, que o amor de Deus por ele e por toda a humanidade havia sido tão grande, que Ele enviou Seu único filho, Jesus Cristo, para morrer numa cruz pelos nossos pecados, nossos erros. E aquele que crer no sacrifício de Jesus não apenas terá vida eterna, mas terá também uma vida com objetivos, uma vida mais feliz.

Zé Coração sentiu o amor de Deus por ele, reconheceu as coisas erradas que fazia, e ele resolveu entregar sua vida a Jesus Cristo, pedindo-lhe para mudar, totalmente, o seu modo de ser.
E Jesus ouviu o pedido de Zé, transformando sua vida. Agora, ele é um menino feliz. (mostrar)

Tic-tac, tic-tac. Agora, Zé Coração tem tempo para ajudar aos outros.
Além disso, ele passou a chegar cedo na escola.(mostrar).

Os seus olhos, agora, enxergam o mundo lindo que Deus criou. Zé, agora, sabe ver as qualidades dos outros (mostrar).

Ele também gosta de ouvir só coisas boas. Os seus ouvidos estão sempre alegres, agora (mostrar).

Os seus pés passaram a andar só em lugares que agradam a Deus. Eles também são alegres. (mostrar)

As suas mãos, agora, vivem dispostas a ajudar os outros. E ele já não tira mais nada dos outros. Suas mãos são alegres. (mostrar)

Quanto à sua boca, dela, hoje, só saem palavras agradáveis, de estímulo e companheirismo.
Hoje, todos notam a transformação que Jesus fez na vida de Zé. Seus colegas e professores tornaram-se seus amigos e Zé, passou a ter, agora, uma vida repleta de sentido, uma vida cheia de razão e feliz.

“Entregue sua vida a Jesus e tenha uma vida transformada, como a vida de Zé Coração.”
OraçãoFaça o apelo para que as crianças tenham a oportunidade de convidar a Jesus Cristo para morar em seus corações.

"Senhor Jesus, eu sei que faço muitas coisas erradas e por isso peço desculpas. Limpe o meu coração e venha morar nele, pois só o Senhor pode deixá-lo sempre limpinho. Em nome de Jesus, amém."

Atividades: Coração em Dobradura 




Presentinhos/Lembrancinhas

Peça ajuda do líder de departamento infantil para comprar um saquinho de pirulitos em formato de coração. Não é caro e eles são vendidos em grande quantidade em lojas de descartáveis ou em casas de bala (dependendo do Estado essas lojas mudam de nome). Se quiser incrementar, envolva-os em um saquinho bem bonito e distribua entre as crianças no final da aula ou durante as atividades de pintura (pode-se escolher o desenho sem colorir do Zé Coração para pintar).


Fontes 
molde da dobradura: www.casarei.wordpress.com
desenhos em preto e branco: crisghensevavellar.blogspot.com
desenhos coloridos por: www.trabalhinhos.blogspot.com
história: www.cursocrescer.com
música escrita (não criada) em editor de partituras: www.trabalhinhos.blogspot.com
Este material foi encontrado (parte) no blog:http://tianevarela.blogspot.com/2009/05/historia-de-ze-coracao.html e a outra parteem: http://trabalhinhos.blogspot.com/2009/04/ze-coracao.htmVale salietar que foram feitas algumas adaptações.
0

Projeto Valores


Projeto Valores


Outras sugestões para trabalhar o "projeto valores"

Imagens da história de "Zé Coração"



























































Uma linda história para contar às crianças, com pequenos agradinhos dados ao final da aula que reforçarão a lição na mente das crianças de um jeito muito gostoso!

Música: No Meu Coração
Versículo: Aqui.

OBS: Para baixar ambos é só acessar o blog : http://www.trabalhinhos.blogspot.com/

Este versículo abre e fecha, como uma portinha. Os moldes estão disponíveis, é só baixar. Basta recortar as portas e passar fita adesiva na parte de trás, colando-as em cada lado. O acabamento se faz na porta, onde cola-se papel vermelho e desenha-se uma fechadura com canetinha preta.
OrientaçõesRecorte os desenhos coloridos e coloque um palitinho de churrasco atrás de cada um deles. Para ficarem mais fixos, cole os desenhos em uma cartolina. Passe fita adesiva para segurar o palito atrás do desenho, fazendo parecer com uma placa.

Os desenhos tristes e bravos são do menino que não tinha Jesus no coração. Os alegres são do garoto que já o havia aceitado.

TODAS AS FIGURAS COLORIDAS E PRONTAS PARA USO ESTÃO AQUI (
ver blog citado anteriormente).
HistóriaEste é o Zé Coração.Vocês sabem por que ele tem esse nome?
É porque o seu rosto tem o formato de coração. Ele é um menino mal humorado, por isso, não tem amigos. (mostrar)

Ele tem olhos tristes (mostrar).

Seus olhos só vêem o defeito dos seus colegas. Ele não acha nada bonito.
Para ele, o mundo e a vida são horríveis. Ele não se alegra com nada. Qualquer coisa é motivo de choro.

Seus ouvidos são tristes (mostrar).

Ele só gosta de ouvir piadas picantes, indecentes, zombarias e palavrões.

Da sua boca, só saem palavrões, mentiras... (mostrar).Ele fala mal de todos, põe defeito nos colegas... ele é malcriado, responde com desrespeito aos professores, às autoridades. Ele não respeita ninguém.

Tic-tac, tic-tac! (mostrar).

Ele não tem tempo para ajudar aos outros. Além disso, ele também só chega atrasado nas aulas.

Seus pés, como todo o seu corpo, também é triste (mostrar).

Eles vão a lugares que não agradam a Deus. Eles costumam ser usados para fazer os colegas tropeçarem e para praticarem coisas más.

E suas mãos? Delas também só sai tristeza. Zé as usa para roubar coisas de seus colegas, como lápis, dinheiro, caneta e borracha. Os professores já não sabem o que fazer com ele.

Embora já tenha sido expulso de várias aulas e já tenha freqüentado muitas escolas, Zé Coração não se corrigiu.

Um dia, apareceu em sua escola, um menino chamado Beto.
Beto era um menino feliz e ao contrário de Zé Coração, gostava de fazer amizades.
Por ser muito simpático, Beto logo conquistou a amizade de Zé. E, num instante, Beto já estava falando de Jesus e do amor de Deus para o Zé. Ele até mostrou um versículo na Bíblia, que dizia:
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que n’Ele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Beto mostrou a Zé Coração, que o amor de Deus por ele e por toda a humanidade havia sido tão grande, que Ele enviou Seu único filho, Jesus Cristo, para morrer numa cruz pelos nossos pecados, nossos erros. E aquele que crer no sacrifício de Jesus não apenas terá vida eterna, mas terá também uma vida com objetivos, uma vida mais feliz.

Zé Coração sentiu o amor de Deus por ele, reconheceu as coisas erradas que fazia, e ele resolveu entregar sua vida a Jesus Cristo, pedindo-lhe para mudar, totalmente, o seu modo de ser.
E Jesus ouviu o pedido de Zé, transformando sua vida. Agora, ele é um menino feliz. (mostrar)

Tic-tac, tic-tac. Agora, Zé Coração tem tempo para ajudar aos outros.
Além disso, ele passou a chegar cedo na escola.(mostrar).

Os seus olhos, agora, enxergam o mundo lindo que Deus criou. Zé, agora, sabe ver as qualidades dos outros (mostrar).

Ele também gosta de ouvir só coisas boas. Os seus ouvidos estão sempre alegres, agora (mostrar).

Os seus pés passaram a andar só em lugares que agradam a Deus. Eles também são alegres. (mostrar)

As suas mãos, agora, vivem dispostas a ajudar os outros. E ele já não tira mais nada dos outros. Suas mãos são alegres. (mostrar)

Quanto à sua boca, dela, hoje, só saem palavras agradáveis, de estímulo e companheirismo.
Hoje, todos notam a transformação que Jesus fez na vida de Zé. Seus colegas e professores tornaram-se seus amigos e Zé, passou a ter, agora, uma vida repleta de sentido, uma vida cheia de razão e feliz.

“Entregue sua vida a Jesus e tenha uma vida transformada, como a vida de Zé Coração.”
OraçãoFaça o apelo para que as crianças tenham a oportunidade de convidar a Jesus Cristo para morar em seus corações.

"Senhor Jesus, eu sei que faço muitas coisas erradas e por isso peço desculpas. Limpe o meu coração e venha morar nele, pois só o Senhor pode deixá-lo sempre limpinho. Em nome de Jesus, amém."

Atividades: Coração em Dobradura 




Presentinhos/Lembrancinhas

Peça ajuda do líder de departamento infantil para comprar um saquinho de pirulitos em formato de coração. Não é caro e eles são vendidos em grande quantidade em lojas de descartáveis ou em casas de bala (dependendo do Estado essas lojas mudam de nome). Se quiser incrementar, envolva-os em um saquinho bem bonito e distribua entre as crianças no final da aula ou durante as atividades de pintura (pode-se escolher o desenho sem colorir do Zé Coração para pintar).


Fontes 
molde da dobradura: www.casarei.wordpress.com
desenhos em preto e branco: crisghensevavellar.blogspot.com
desenhos coloridos por: www.trabalhinhos.blogspot.com
história: www.cursocrescer.com
música escrita (não criada) em editor de partituras: www.trabalhinhos.blogspot.com
Este material foi encontrado (parte) no blog:http://tianevarela.blogspot.com/2009/05/historia-de-ze-coracao.html e a outra parteem: http://trabalhinhos.blogspot.com/2009/04/ze-coracao.htmVale salietar que foram feitas algumas adaptações.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

1

PARLENDA: O MACACO


PARLENDA: O MACACO

PARA INTRODUZIR A LETRA M, TRABALHEI COM A TURMA A PARLENDA DO MACACO.


ATIVIDADES DESENVOLVIDADAS COM A PARLENDA:

LEITURA

INTERPRETAÇÃO ORAL

REPRESENTAÇÃO GRÁFICA

ORALIDADE

RECORTE E COLAGEM

SEQUÊNCIA DOS VERSOS PARA A MONTAGEM DO CARTAZ
1

PARLENDA: O MACACO


PARLENDA: O MACACO

PARA INTRODUZIR A LETRA M, TRABALHEI COM A TURMA A PARLENDA DO MACACO.


ATIVIDADES DESENVOLVIDADAS COM A PARLENDA:

LEITURA

INTERPRETAÇÃO ORAL

REPRESENTAÇÃO GRÁFICA

ORALIDADE

RECORTE E COLAGEM

SEQUÊNCIA DOS VERSOS PARA A MONTAGEM DO CARTAZ

"A Pedra"

A Pedra

O Distraído nela tropeçou...

O bruto a usou como projetíl.

O empreendedor, usando-a, construiu.

O camponês, cansado da lida, dela fez assento.

Para meninos, foi brinquedo.

Drummond a poetizou.

Já, Davi, matou Golias, e Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura...
E em todos esses casos, a diferença não esteve na pedra, mas no homem!

Não existe "pedra" no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu próprio crescimento.


Criado no siteVocê na capa de NOVA ESCOLA.

Apresentação

Olá amigos, vocês devem ter notado que meu blog está em fase de arrumação. mas em breve vocês terão muitas novidades. Agradeço sempre as dicas e tutoriais de outros blogs e sites "parceirões" que eu sigo e adoro, pois é com eles que eu sempre aprendo muito. Não poderia deixar de citá-los: coisinhasdenikita, tonygifsjavas, FlachVortex.com e Blogueiras Unidas, e dicasparablogs. bjs á todos e fiquem com Deus.
Com Carinho, Dihéne